Mercado imobiliário

Reforma barata: confira 7 dicas para começar as mudanças

Silvio Iwata
20 de junho de 2023

Publicado por: Silvio Iwata

Muitas vezes, encontramos bons imóveis que não estão no estado ideal de conservação. Nessas horas, saber como fazer uma reforma barata nos ajuda a conseguir um excelente custo-benefício ao investir na casa ou no apartamento próprio.

Quase sempre as reformas rápidas e baratas são possíveis quando as necessidades dizem respeito aos acabamentos, revestimentos e à decoração, ou seja, quando não se trata de uma questão estrutural, mas de cuidado com a aparência, a funcionalidade e a limpeza dos ambientes.

Neste post, listamos 7 ideias para reformas rápidas e baratas! Confira!

1. Acompanhe os preços

A reforma barata começa com um bom projeto. É importante conhecer quais são os produtos mais viáveis e econômicos, de acordo com os seus objetivos. Assim, você pode estimar o orçamento e definir quais são as suas prioridades.

As compras online são uma boa estratégia para economizar na reforma. Você pode usar os aplicativos comparadores de preços para encontrar as melhores ofertas. Alguns exemplos são:

  • Buscapé;
  • Zoom;
  • Escorrega o preço;
  • aba "Shopping" do Google.

Outra dica é pesquisar nas lojas locais especializadas em materiais de construção. Entre em contato com diferentes fornecedores antes de fechar negócio, e não descarte a compra em diferentes estabelecimentos conforme as ofertas de cada um.

Uma terceira solução é realizar a compra em momentos estratégicos. Logo, aproveite o final do verão para ir às compras. O pós-Natal é outra época interessante, pois pode levar os lojistas a desejarem se livrar das sobras do estoque antigo.

Além disso, o período de chuvas do início do ano não é o mais indicado para iniciar obras e reformas, diminuindo a demanda por acabamentos, revestimentos e materiais de construção. Esse pode ser o momento ideal para encontrar boas ofertas e liquidações.

2. Verifique o custo-benefício dos materiais

A avaliação dos preços pode considerar se realmente vale a pena comprar grandes quantidades de um material, pois certos produtos podem encarecer o projeto. Veja alguns exemplos:

  • vidro;
  • madeira;
  • cerâmica;
  • porcelanato;
  • granito.

Se você conseguir substitutos para esses materiais, o projeto se tornará mais econômico.

Há uma série de possibilidades para economizar sem perder a qualidade, principalmente com produtos inovadores, que buscam justamente ser essa alternativa no mesmo segmento de mercado. 

Os vidros, por exemplo, podem ser substituídos por policarbonatos, que é um material plástico transparente. Igualmente, a madeira plástica, que é feita da reciclagem de isopor, pode ser uma solução para reforma mais barata.

3. Adote os estilos mais clean

Os estilos “clean”, como o moderno e o minimalista, são oportunidades para ter uma estética agradável e fazer uma reforma barata. Neles, muitos dos revestimentos e acabamentos são simples, lisos e monocromáticos, tendendo a ser mais baratos quando comparados a produtos mais sofisticados.

Em muitos ambientes, a pintura das paredes pode ser suficiente para atender às necessidades de quem vai morar no imóvel. Além disso, os eletrodomésticos e móveis comuns costumam compor muito bem o cenário, sem a necessidade de mobília planejada.

Esse é um dos caminhos para quem busca uma reforma mais barata com decoração, acabamento e revestimentos mais econômicos sem abrir mão da estética e da qualidade dos materiais.

4. Tome cuidado com o quebra-quebra

Uma das prioridades de quem planeja uma reforma barata é evitar a quebradeira. Quebrar encarece a obra com diárias de trabalho dos profissionais e aumenta o consumo de produtos.

O cuidado deve ser redobrado com as demolições. Tirar uma parede é um processo complexo, que pode envolver inúmeros custos adicionais, como mudanças nos sistemas hidráulicos, nivelamento de piso e reforço da estrutura em outros pontos.

Hoje, o mercado oferece inúmeros produtos e serviços para reforma por cima dos materiais antigos:

  • rodapés instaláveis sobre o acabamento anterior;
  • cimento queimado;
  • porcelanato líquido;
  • envelopamento de móveis, paredes, box do banheiro e área da piscina;
  • divisórias de ambiente (em vez da construção de paredes);
  • papel de parede adesivo;
  • painéis de revestimento em PVC;
  • forro de gesso acartonado;
  • pisos laminados ou vinílicos.

Preste atenção no planejamento. É importante fazer medições, principalmente em relação ao nivelamento dos ambientes, que pode mudar com a adição de um material sobre o piso anterior.

Casal feliz pintando parede do imóvel após seguir dicas de reforma barata

5. Evite mudanças nos sistemas hidráulico e elétrico

Um vilão da reforma barata é realizar mudanças nos sistemas elétrico e hidráulico, afinal, eles costumam ser embutidos nas paredes, exigindo mudanças estruturais.

O ideal é manter os pontos hidráulicos e elétricos. Além disso, procure móveis, eletrodomésticos, pias, vasos sanitários, chuveiros e outros itens compatíveis com a infraestrutura que já está presente no imóvel. 

6. Setorize os ambientes para uma reforma barata

Uma forma de economizar é entender quais são as funções e necessidades de cada ambiente. Assim, você direciona os materiais mais caros para os pontos em que esses produtos realmente são necessários.

Os pontos com uso de água são um bom exemplo. Muitas pessoas revestem cozinhas, áreas de serviços e banheiros por completo com azulejos e porcelanatos, com medo dos efeitos da umidade.

No entanto, os recursos podem ser direcionados para pontos em que o problema realmente acontece, como boxes, pias e bancadas.

Um segundo caso é substituir paredes revestidas por painéis para televisores e eletrônicos. Na prática, cada ambiente terá seus cuidados específicos e soluções que podem ser adotadas para minimizar os custos.

7. Use itens de decoração

A decoração do ambiente também é um ponto importante para reduzir custos. Os itens certos são boas ideias para reforma de casas pequenas ou grandes, de apartamentos ou mesmo de outros imóveis. Assim, objetos de decoração dão um charme aos ambientes, mesmo que os acabamentos e revestimentos sejam mais simples.

Você pode investir na decoração com plantas, luminárias, quadros e espelhos, entre outras alternativas. Também é uma boa prática reformar móveis para evitar a compra de novos.

Ao longo de todo o processo, não confunda reforma barata com a compra de produtos e a contratação de mão de obra baratos, afinal, a compra de um imóvel e seus ajustes são investimentos de longo prazo.

Logo, avalie, principalmente, a expectativa quanto à durabilidade e à confiabilidade dos materiais antes de realizar sua escolha. Além disso, preste atenção nos substitutos dos materiais, sobretudo aqueles que diminuem a necessidade de quebrar paredes, pisos e rodapés.

Tendo os cuidados necessários, você consegue fazer uma reforma barata sem abrir mão da qualidade. Como visto, o ponto-chave é encontrar alternativas igualmente funcionais para os diferentes ambientes, obtendo um bom resultado com criatividade e inovação.

Com as dicas que listamos aqui, fica mais fácil planejar a compra do seu imóvel e ter uma casa do seu jeito, não é mesmo? Se você gostou do conteúdo, confira também as nossas dicas para sair do aluguel e comprar sua casa própria!

Posts Relacionados

10 razões para investir em imóveis em Maringá: a cidade verde que não para de crescer.

Silvio Iwata
19 de julho de 2024
leia agora

O Mercado Imobiliário 2024: A Revolução Tecnológica Continua

Silvio Iwata
13 de julho de 2024
leia agora
icone para o facebook icone para o facebook

MATRIZ:

Rua Néo Alves Martins , 2829
Zona 01 - CEP 87013-060
Maringá - PR

CONTATO:

(44) 4009-8981
imobiliaria@silvioiwata.com.br

Insira o seu melhor e-mail e receba conteúdo exclusivo: